Urologia feminina

O urologista atende homens e mulheres. Ambos os sexos apresentam doenças do trato urinário. E o urologista é o médico correto para seu diagnóstico e tratamento. Nas mulheres, vários problemas como a incontinência urinária, dores vesicais e infecção urinária são da alçada dessa especialidade.

Incontinência Urinária

É a perda involuntária da urina pela uretra. Manifesta-se, na maioria das vezes, a partir da quarta década de vida. Fatores como gestações, obesidade, cirurgias pélvicas, diabetes, doenças neurológicas, tosse crônica e radioterapia pélvica são algumas das causas.

A abordagem terapêutica dependerá do diagnóstico correto da causa da perda urinária e incluirá desde medidas comportamentais (fazer xixi com frequência, exercícios físicos e perda de peso), reabilitação do assoalho pélvico, medicamentos e cirurgia.

Infecção Urinária

Cerca de 30% das pacientes de 25 a 50 anos e com vida sexual ativa terão ao menos um episódio de infecção urinária durante a sua vida. Os sintomas clássicos incluem dor na região supra-púbica e durante a micção, necessidade de ir ao banheiro várias vezes ao dia e urgência miccional.

O diagnóstico é realizado por meio do exame de urina. Em casos de infecção urinária de repetição é fundamental que a mulher adote hábitos como ingerir de 2 a 3 litros de líquido ao dia, esvaziar a bexiga a cada 2 ou 3 horas, evitar constipação intestinal e manter controle adequado de alterações crônicas como diabetes, vaginites de repetição e atrofia vaginal.

Bexiga Hiperativa

A queixa principal é a presença de urgência miccional (sensação que haverá perda urinária imediata), podendo ocorrer ou não a perda de xixi. O paciente poderá apresentar necessidade de ir ao banheiro muitas vezes durante o dia e levantar-se à noite para urinar.

O diagnóstico correto dependerá da história e de exame físico detalhado do paciente e, se necessário, de exames complementares, como o estudo urodinâmico. O tratamento pode incluir o uso de medicamentos, fisioterapia, injeção intravesical de toxina botulínica ou neuromoduladores implantáveis, de acordo com cada caso.

criado por: agenciaecco.com.br
Open chat