Blog
Ginecologia
3 tipos lubrificantes íntimos indicados pela ginecologista Dra. Mirella Borges

Engana-se quem ainda acha que lubrificante seja algo para ser usado somente na fase mais madura da vida.

Lubrificantes são grandes aliados na relação sexual e podem ser usados em várias situações para auxiliar ou apimentar o prazer a dois.

Para que serve o lubrificante íntimo?

Sua função principal é hidratar a região genital diminuindo o atrito durante a relação sexual. Existem muitas situações em que a lubrificação natural fica prejudicada, como: o uso de alguns medicamentos (antidepressivos e anticoncepcionais), períodos específicos (como o pós parto e a menopausa), situações de estresse e cansaço. 

Lubrificante íntimo é aliado do prazer sexual

Além disso, mesmo quem tem boa lubrificação pode se beneficiar do uso de lubrificantes, apimentando e inovando a relação com os que causam sensações diferentes, como “quente e frio”, por exemplo. Os lubrificantes não possuem hormônios e como já falamos, podem ser utilizados em vários momentos da vida sexual. 

São especialmente importantes na fase que antecede a menopausa e na pós menopausa, quando ocorre o ressecamento vaginal. O uso de lubrificantes mantém o prazer sexual sem atrapalhar a autoestima dessas mulheres que sofrem com as alterações hormonais e a redução de sua lubrificação natural.

“Algumas mulheres sentem desconforto durante a penetração, por isso acabam evitando o sexo depois da menopausa”, diz a ginecologista Dra. Lucila.

Manter-se sexualmente ativa depois da menopausa equivale a um elixir de juventude para o corpo e para a mente. O sexo provoca a liberação da endorfina, o hormônio do bem-estar, que ajuda a reduzir tensões e aumenta ainda mais o prazer.

Como escolher o lubrificante íntimo

A região vaginal é delicada. Portanto, procure usar produtos de boa qualidade para evitar alergias, leia sempre o rótulo do produto e evite aqueles com sabores artificiais, cores, açúcares e aditivos, pois quanto mais artificial, maior a probabilidade de dar alguma alergia ou irritação. 

“Vale lembrar que você só deve usar produtos específicos para a região genital”, reforça a ginecologista da Célula Mater, Dra. Mirella Borges.

Tipos de lubrificantes íntimos

Os lubrificantes à base de água: são os mais indicados, por serem hipoalergênicos e muito parecidos com o muco natural da mulher. Podem ser usados em todas as situações, inclusive com sex toys.

Os lubrificantes à base de silicone: por serem mais pegajosos e durarem mais tempo, podem ser utilizados quando a relação for na água. Mas, evite seu uso com sex toys, como grudam mais, só saem com o uso de água e sabão. 
Os lubrificantes à base de óleos naturais: Algumas marcas já estão investindo em produtos específicos para a região íntima da mulher, levando em consideração as peculiaridades do corpo feminino, reduzindo as chances de alergia e ajudando muitas mulheres na busca do prazer. Dois óleos muito utilizados com este fim são o óleo de coco e o óleo de jambu.

Lubrificantes à base de óleos naturais

O óleo de coco

Poucas pessoas sabem que, além do óleo de coco possuir propriedades antimicrobianas e anti bacterianas, é um excelente lubrificante. Porém, não pode ser usado em camisinhas com látex. Por não serem organicamente compatíveis, o óleo de coco pode causar danos à camisinha. O recomendado é usá-lo somente com preservativos de poliuretano (vendidos como preservativos antialérgicos sem látex).

O óleo de jambu

Jambu, uma planta muito utilizada na culinária da região norte do nosso país, é conhecida por causar uma leve sensação de analgesia na boca. Com o óleo desta planta, criaram uma espécie de “vibrador líquido”, para serem aplicados com os dedos ou diretamente sobre o clitóris, a vulva, pênis ou ânus. 

O vibrador líquido seja na versão gel ou spray, aquece a pele, estimulando a circulação sanguínea na região, fazendo com que ocorra um formigamento semelhante a uma vibração.

Atenção: Se você estiver com algum corrimento, evite o uso de qualquer substância via vaginal e procure avaliação médica.

Sexo anal e o lubrificante 

O uso de lubrificantes para o sexo anal ajuda a tornar a penetração mais segura, evitando fissuras, já que o ânus não possui nenhum tipo de lubrificação natural. Além de que o esfíncter é bem resistente. O mais indicado é o lubrificante à base de água.

Laser vaginal – Um aliado na lubrificação íntima

As mudanças no corpo feminino levam a vagina a perder firmeza e elasticidade. As alterações vaginais podem afetar o bem-estar e o dia a dia da mulher e o uso do laser vaginal é um grande aliado para este momento.

O tratamento com laser na região da vagina ajuda na vascularização da mucosa e na reestruturação do colágeno. É uma opção pouco invasiva e indolor, permitindo que a paciente retorne às suas atividades logo depois da aplicação.

Vale lembrar que conhecer nosso corpo, buscar informação e procurar ajuda, se preciso, nos ajuda a entender o que se passa no nosso corpo. O uso de produtos que ajudem a ter uma vida sexual mais satisfatória traz benefícios tanto para o corpo quanto para a mente da mulher. 

Que tal deixar a vergonha de lado e aproveitar essa antiga tecnologia para incrementar a relação?

Cuidados com a flora vaginal

Conheça a ginecologista Dra Lucila Pires Evangelista

Alegre e comunicativa, a Dra. Lucila tem 43 anos de experiência como médica, profissão que sempre soube que gostaria de seguir. E há 40 anos, decidiu se tornar sócia na Célula Mater, onde pode fazer o que acredita: medicina personalizada. Sente-se realizada em atender os pacientes e oportunizar melhorias nos hábitos, proporcionando mais qualidade de vida por meio de cuidados preventivos.

Conheça a Dra. Lucila Pires Evangelista aqui.

Conheça a ginecologista Dra Mirella Borges

Desde criança queria ser médica, mas a escolha pela ginecologia se deu apenas no final da faculdade.
Como costuma dizer: “Foi a ginecologia e obstetrícia que me escolheram”.
Ela acredita em uma medicina mais gentil, focada mais na promoção da saúde do que no tratamento de doenças.
Em sua prática, explica detalhadamente o que sabe para tomar decisões sinceras e compartilhadas.

Conheça mais a Dra Mirella Borges aqui.

Notícias relacionadas

Engana-se quem ainda acha que lubrificante seja algo para ser usado somente na fase mais madura da vida. Lubrificantes são grandes aliados na relação sexual e podem ser usados em várias situações para auxiliar ou apimentar o prazer a...
Saiba +
Um, dois, três… quantos filhos você tem ou imagina ter? Para celebrar o Dia das Mães com toda sua beleza, felicidade e também perrengues, a Célula Mater conversou com a querida Mariana Arasaki, paciente da Dra Lucila Pires Evangelista...
Saiba +
Não se falava de puerpério até pouco tempo atrás. Essa fase desconhecida que traz consigo tantas mudanças, começou a ser amplamente debatida de alguns anos pra cá. Há um consenso, dentro da comunidade científica, de que o puerpério dura ...
Saiba +
Desenvolvido por: Contagio Comunicação
Open chat